segunda-feira, 31 de março de 2014

1º de Abril: Poderia ser mentira, mas não é

Olá  gente!
Nesta terça-feira ,1º de abril , é lembrado o Dia da Mentira.
Entretanto,  a  semana começou com uma notícia que  não é brincadeira.
Relatório da ONU(Organização das Nações Unidas) mostra que seus  filhos, netos  e  bisnetos correm o risco de não conseguirem aproveitar tudo de bom que você já  conquistou ou que irá conquistar   nesta vida.

O estudo aponta que  o   aquecimento global é  uma crescente ameaça à saúde, às perspectivas econômicas e aos recursos hídricos e alimentares de bilhões de pessoas e que até  2100 a situação tende a piorar. 
O novo trabalho do órgão da ONU Painel Intergovernamental para a Mudança Climática  também mostra que o mundo está mal preparado para os riscos decorrentes de uma mudança climática.
Por último , aponta que nós "pobres e vulneráveis" seremos os  mais afetados".

                            Blocos de geleiras derretem 

Para os brasileiros eu  diria que o resultado   é um pouco mais preocupante.No Brasil, uma das áreas mais vulneráveis às mudanças climáticas  é o Nordeste.Segundo o relatório, o aumento da temperatura global pode afetar diretamente o plantio nas lavouras. Áreas destinadas ao cultivo do café, por exemplo, podem reduzir até 6,75% até 2020.Vale lembrar que o Brasil é o maior produtor exportador mundial de café.  
                           Seca no nordeste ,região mais afetada
Mas  estudos também nos mostram que estamos num ciclo, tudo que nasce uma dia morre.Sendo assim, nós que  não somos especiais, um dia também vamos morrer.
A Nasa  divulgou há algum tempo imagens que mostram que a  nossa Via Láctea está em rota de colisão com Andrômeda.  Os dados do telescópio Hubble mostram que   a   “colisão frontal titânica”   deve criar uma galáxia completamente nova.Ou seja, renovação!Isso só deve acontecer daqui 4,5 bilhões de anos .Nesta data, talvez  já não exista   vida    no planeta terra.
Que tal usar  a palavra "renovação"  com o intuito de  tornar especial a herança para os seus? Na prática, a sustentabilidade é um conceito meio utópico. Você precisa de carro para chegar a tempo ao trabalho, para conseguir levar e buscar o filho na escola e para , aos fins de semana, passear com a família.Uma bicicleta ou transporte coletivo não oferecem o mesmo nível de comodidade.
Mas não é utopia a ideia de que outros hábitos    podem ser colocados em uso  diariamente. Eu falo de coleta seletiva,  plantio de mudas, horta em casa e  educação pelo próximo.  Ensinar os  filhos de que neste mundo dividimos espaço com muitas outras pessoas  e temos a obrigação de contribuir da melhor forma. 
Fotos:Google
Fontes: UOL,WWF ,BBC,GIZMODO,NASA,BAND

segunda-feira, 10 de março de 2014

Que tamanho de abóbora!

A curiosidade me levou à notícia de hoje.
Pesquisando na internet alguma receita sobre doce de abóbora para que pudesse aprimorar meus dotes culinários, encontrei vários textos sobre uma competição que acontece anualmente nos Estados Unidos.
Abaixo segue uma foto para vocês entenderem sobre o que estou falando.
                                                  Abóbora gigante -vencedora 2010

Trata-se da mais tradicional competição de produtores rurais um tanto malucos que investem no plantio e no crescimento das abóboras.O evento acontece há 40 anos.

 O último a vencer o campeonato foi o  norte-americano Ron Wallace que  bateu o recorde mundial ao cultivar uma abóbora de 911 quilos.

                                                                 Abóbora 911kg

E a loucura não se restringe aos norte-americanos. No Brasil, um casal de agricultores de Valença ,Bahia, cultiva  abóboras   que   ultrapassam os  60 quilos.É bem menor se comparada às gigantes dos nossos vizinhos.

Qual seria o segredo dessas abóboras?

Cada um tem sua receita,  não são unânimes.
Há quem diga que é carinho, é só plantar que a terra dá em troca.
Já os produtores malucos dos Estados Unidos dizem o seguinte:

*Evitar a  presença de buracos no solo e no fruto;

*Uso de hormônios naturais de crescimento;
*Atualmente o  mais comum é que os cultivadores alimentem as abóboras com um composto fermentado (água misturada com minhocas, melaço e kelp líquido) tão rico que os frutos podem chegar a ganhar 23 quilos por dia.

Independentemente do tamanho, o que queremos é que essas abóboras pequenas, médias, grandes ou gigantes se transformem em doces caseiros. Aqueles que fazem a gente lembrar o quanto são gostosos   a simplicidade, a tradição e  o gostinho de cozinha caseira.

Fica a dica!
Quem fizer um doce desses , pode me enviar!
Abraços e até a próxima!