domingo, 24 de novembro de 2013

 Violeta, mais fortes do que pensamos

Violeta,rosa,amarela, branca, roxa,azul! Enfim, é uma Violeta.


Recentemente comecei a cuidar de  uma flor desta espécie. Reguei-a pelo menos duas vezes por semana ,além de deixá-la próxima à luz do sol. 
Sabem o que aconteceu? 
Ela me presenteou com sua bela folhagem,  antes meio apodrecida. 

Já tinha conhecimento  da fama da Violeta,mas não a noção exata de seu poder e  simplicidade.
A espécie é considerada preferência nacional por ser de  fácil cultivo. O preço é outro atrativo (unidade: R$5).

Pesquisei alguns sites sobre a Violeta e descobri algumas curiosidades desta espécie .



Violeta-brava (Viola canina) -  dentre as espécies oriundas da natureza, a violeta-brava possui o matiz de azul mais procurado. Algumas espécies híbridas de violeta utilizam-se do código genético da flor europeia para compor as coloridas flores. As flores se abrem entre abril e julho.


Violeta africana
Existem muitas similaridades entre os diversos tipos de violeta cultivados e vendidos e algumas plantas que não pertencem à família botânica das violáceas. As semelhanças físicas tão marcantes que algumas variedades acabam tomando emprestado o nome "violeta", é o caso da popular violeta africana (Saintpaulia ionantha), que na  verdade faz parte da família das gesneriáceas (Gesneriaceae).

A natureza surpreende.
Fica a dica! Vale a pena investir em uma espécie  dessa que   "sorri" para a gente quando chegamos em casa.


segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Parque Estadual de Ibitipoca, vale a pena conferir!

 "Criado em 1973, o Parque Estadual de Ibitipoca  abrange uma área de 1.488 hectares onde vivem diversas espécies da fauna e flora ameaçadas de extinção como Lobo-Guará, Onça-Parda, Bugio e o Mono-carvoeiro".

O texto acima é um dos  poucos  que se encontra a respeito do Parque Estadual de Ibitipoca, em Minas Gerais.Ao visitar esse paraíso de cachoeiras, floresta e  cavernas se descobre muito mais a respeito da riqueza em biodiversidade abrigada no local.

São 5 horas de viagem,  passando por  Caxambu,São Lourenço e Aiuruoca até Lima Duarte,de lá  mais 27 quilômetros de estrada, a maior parte de terra, chega ao vilarejo de Conceição de Ibitipoca.

Quando o turista chega ao local é convidado a fazer uma boa caminhada até o ponto de acesso a vários lugares de visitação dentro do parque. 

É aí que começa a viagem por este lugar mágico. O visitante "automaticamente" é convidado a se ajoelhar diante de tamanha grandeza, a natureza. 

                              Prainha vista de um dos  mirantes do parque 


A Prainha (acima) é o primeiro lugar onde o turista pode se aventurar. A julgar pela paisagem, é digna de um artista divino. A prainha faz parte do Roteiro das Águas.

                                                             Gruta dos Coelhos 







                                                         
                                                             Lago dos Espelhos 

                                                       Ponte de Pedra 


Dentro do Roteiro das Águas, que tem 5km,  ainda estão os passeios até a   Ducha,Lago Negro, Prainha das Elfas, Gruta dos Gnomos,Lago das Miragens,Cachoeira dos Macacos e Rio do Salto.



Quando se mergulha nessa imensidão verde até se esquece que o mundo também é formado pelo desenvolvimento econômico avassalador. O cheiro desse mar verde é impressionante, a vegetação densa nos presenteia a cada segundo, nos surpreende a cada olhar. 

  
                                                       Cogumelo alaranjado

No segundo dia de visita, mais surpresas. Tempo um pouco fechado no início do dia,mas animação extrema!


O Pico do Pião aguarda os visitantes. Antes de chegar até ele  há pelo menos três grutas que servem como recompensa pela caminhada de 11km ida e volta. 


                               Trajeto até o morro do Pião

A placa acima quer dizer que já andei quase  3km até o Pião.O sol logo abriu e me acompanhou nesta aventura. 


Gruta do Monjolinho


Gruta do Pião (Caverna)


O Roteiro do Pico do Pião também engloba a trilha até a  Gruta dos Viajantes .

Três horas depois de mais subidas que descidas, enfim, o Pião.


                                        Chegada ao Pico do Pião

Fica a dica! Vale a pena visitar Ibitipoca. O maior desafio será cumprido no  meu próximo passeio. A visita a Janela do Céu.  

                  
                                                                  Janela do Céu